Textura Pra Paredes: Sugestões Pra Não Errar Pela Hora De Decorar


Modéstia De Carter é Notícia Em Era Trump


Rio - Pela fachada, arcos plenos, azulejos, portas altas e sobrados resgatam o Rio velho. Os casarões do século dezenove estão abrindo as portas ao público oferecendo muitas atividades, entre elas exposições, arte, livraria, culinária, cultura, palestras e música. Os proprietários têm interesses em comum: devolver a cidade aos moradores de forma que preserve o passado democraticamente. Desde 2013 são cinquenta e seis imóveis antigos passando pelo método de restauração para serem usados, o acesso em geral é gratuito e a programação poderá ser conferida em redes sociais. No porão de uma moradia de 3 andares, cinza, com janelas alongadas verticalmente, mora uma livraria.


Quem passa pela Estrada Áurea, em descubra esse , não desconfia que há um portfólio com os melhores livros de fotografia, e também palestras, cursos e workshops sobre o tema. Entrando no local, as luzes amenas, os tijolos à mostra nas paredes e o ambiente climatizado levam o público à inspiração.


A ideia foi do fotógrafo Iatã Cannabrava, de São Paulo, que trouxe divisão do equipamento da livraria Madalena, na avenida Augusta, pro carioca. Quem cedeu o ambiente foi a fotógrafa Anna Kahn, que se mudou há pouco tempo do Leblon para viver uma vida mais espaçosa no casarão. “A moradia é enorme, são 3 partes dentro de uma.


  • 10 Pendentes Contemporâneos

  • dezoito - Fotógrafo de pets zoom_out_map

  • Tenha cuidado pela hora de encaixotar

  • Quarto do casal zoom_out_map

  • vince e seis de March de 2016 at 13:42

  • Linha de costura branca

  • 7 "A Chave"

  • Pesquise os custos dos equipamentos e da mão de obra



Tem o porão, a quota do alto, e a minha residência, na parte debaixo”, explicou. “Conheço o Cannabrava há tempo. Entramos nesta parceria e é sempre intrigante enxergar o curso de gente que vem visitar o espaço”, completou. Anna bem como abriu quartos para hospedagem, após ter reformado todo o casarão por dentro. Descendo o Largo do Guimarães, ainda em Santa Teresa, seguindo os trilhos do bondinho, um tanto abaixo da boemia do bairro, uma casa rosa abriga a hospedagem.


Não é só uma pousada, entretanto uma galeria de arte, com escadas de vidro e mesas leia o artigo completo . Altamente recomendável site da Internet foi pensado com intenção de resgatar a arte moderna brasileira. A fachada da moradia, com arcos grandes e portas que crescem verticais, detém a peculiaridade de estar próximo a história.


“A gente a toda a hora muda a exposição pela galeria, que é aberta ao público”, citou uma das proprietárias, Telma Inneco. “Agora estamos fazendo um bistrô. É significativo que o público tenha esse resgate, este contato com a arte”, concluiu. Os casarões são abertos não apenas pra exposições e algumas atividades ditas, no entanto assim como para eventos fechados, reuniões e até já festas de confraternização.


O Grupo Scenarium, do Rio Scenarium e Santo Scenarium, pela via do Lavradio, pela Lapa, restaurou o casarão em frente. O casarão, Continuar Lendo na parte da frente tem azulejos portugueses, com sobrados e três andares, neste momento é fonte de história e cultura. “Além de exposições, fazemos eventos”, diz. A visita é marcada, de terça à sábado.


Saindo do Centro, no entanto não tão distante desta maneira, pela Glória, existe um espaço que abriga festividades sem perder a nostalgia do século passado. esses detalhes , em um casarão, na ladeira de Nossa Senhora nº 311, grupos de teatro, oficinas de capoeira, aulas de yoga e dança são realizadas no espaço. Nos fins de semana, de forma gratuita, o público pode visualizar pelo Facebook a programação. Aos sábados, há encontros em que ocorrem oficinas de arte, música e comidas.


Aos domingos, brechós e músicas instrumentais também atraem o público. Em Botafogo, pela Zona Sul, há um espaço cultural localizado na rodovia Marquês de Olinda que toma conta das noites. O Olho da Estrada, desenvolvido em 2014, reúne jovens universitários e curiosos diariamente. Tem música, lançamento de livros, exposições e reciclagem.


“Temos o intuito de unir a arte, o design e clique aqui para investigar sustentabilidade”, disse Izabel Bicudo, administradora do ambiente. Os dois andares da moradia, dividido em diferentes pavimentos como galeria, ateliê e café, são recheados de novidades. Sua suporte rústica é referência de inspiração pra designers. “Já oferecemos roda de samba, intervenções, amostras de arte, tudo gratuito”, explicou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *